Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

About a boy...

Antes de mais, quero deixar bem claro que me senti imensamente pressionada a escrever este post. :p

Em segundo lugar, convém esclarecer que o rapaz em questão, não é o mesmo do post ‘um rapaz especial’. Esse era o melhor amigo que fez cocó num penico ao lado do meu, enquanto que este é só…melhor amigo!
Para quem conhece Da Weasel é muito simples de definir tudo o que significas para mim, aliás consigo faze-lo em apenas duas palavritas ligadas por um hífen (ihih): Toque – toque.
Para os parvalhões (peço desculpa) que não conhecem DW passo a explicar.
Naqueles dias em que o mundo parece um sítio horrível e onde nada nos corre bem e só queremos voltar para casa e estar fechadinhos à espera do amanha, a única coisa agradável é uma palavra amiga ou um gesto que nos faça sorrir.
Até aqui é tudo normal…todos temos amigos que nos ouvem falar e sabem que estamos mal e, portanto, fazem tudo para nos animar.
O incrível, é que tu consegues dizer a palavra certa no momento certo ou ter o tal gesto, mesmo sem o saberes. Nestes anos todos, houve momentos em que não sabias o que se passava, não sabias que eu estava a ter um dia de porcaria mas, mesmo assim, soubeste encontrar as palavras e os gestos que eu precisava de ouvir e ver!
Atrevo-me a dizer que toda a gente devia ter uma pessoa como tu na sua vida porque uma amizade como a nossa, faz com que o mundo pareça um lugar bem mais habitável e bonito, um lugar onde vale a pena viver…
(In)felizmente, esse belo lugar continua a ser de acesso restrito…Obrigado pelo passe de entrada ahah
Agora e para sempre meu puto! :D
 
‘Fácil fácil brincadeira de criança
Eu tava presa (ahah) e tu pagaste-me a fiança
O toque é certo, equilibra a balança
Lança lança lança lança a tua dança’
 
 
P.S – Ainda vais ser mto feliz com alguém que vai para a neve e tem um citroen loool

 

publicado por Sofs às 21:18

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Time...

Time fly 

Time waits for no man 

All we ever want is more time

 Time to Stand up

Time to Grow up

Time to Let go

 

 

 

Time...

publicado por Sofs às 00:54

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

Da Weasel@Semana académica de Lisboa

Estava a pensar em mil maneiras de começar este texto e não me ocorre nada melhor que:

Foi dos melhores concertos de Da Weasel que já vi! (e eu já vi uns alguns assim…muitos ahah )
Tiveram no seu melhor, na sua forma mais pura, a relação entre eles e o público era mais que evidente.
O Pac apelou à prisão do Pinto da Costa 'Haja coragem de mandar para a prisão de uma vez por todas o Pinto da Costa e nós sabemos que ele o merece de facto' eheh e lá espalhou a mensagem com umas ‘dedicatórias’ mesmo bacanas :
‘Esta música foi para um programa chamado Contacto e para uma puta chamada Cláudio Ramos’ (ahah adorei)
‘Quem é que fodeu o Jardel?’
‘A dica da Floribela (durante O que quiseres) é para os produtos e para a novela, não tem nada a ver com a Luciana. Ela tava lá nos globos e apertou a mão a um gajo e eu até tenho uma ou duas coisas a favor dela ahah’ (não gostei, não gostei :p)
‘Vocês não têm que..mas se..tomem lá’ (distribuição de preservativos depois da toque – toque :p)
 
 
‘DO YOU KNOW WHAT TIME IT IS?’ ‘IT´S SHOWTIME!!!’ A Selectah mais uma vez rebentou com aquilo tudo, com um grande moche!
Niggaz, Re- tratamento, Mundos Mudos , etc etc etc bombaram como sempre
A Toque- toque, como já é normal, espalhou uma vibe incrível [faltaste lá tu ;)] assim como a Outro Nível!
A baile…não há palavras, entrei em transe lol
Embora seja habitual, não posso deixar de referir a pausa que o Pac fez para comer o belo do Kit Kat. É sempre um momento à boss quando depois de “Enfrento a tentação mano-a-mano, téte à téte, enquanto faço uma pausa e como um Kit-Kat” (O real), pára tudo para o vocalista da banda comer um chocolatinho! Ihih
A Pedaço de arte foi cantada de uma forma que eu nunca tinha ouvido...não sei explicar muito bem…mas foi um momento diferente.
A Casa foi qualquer coisa que não dá para descrever por palavras…Tenho perfeita noção que passado um tempo algumas partes deste concerto vão ficar esquecidas, mas a Casa...nunca! Foi cantada com todo o sentimento! Tanto a banda como o público estavam completamente entregues à música! E a forma como o Pac a cantou, sentadinho numa cadeira no meio do palco…especial :) [confesso que umas lágrimazitas de felicidade pura, surgiram nos meus olhitos ahahah]
Voltaram 15 anos atrás com a ‘Advinha quem voltou’, o que me relembrou os Da Weasel originais, no seu puro, quando eram muito, mas mesmo muito, menos conhecidos. Pela primeira vez, ouvi a Bomboca, God bless Johnny e Tás na boa seguidinhas! Momento único, ou pelo menos nunca antes presenciado por mim.
Por último, quero dizer que nunca, nestes últimos anos tinha ouvido o Jay a tocar como tocou! Os meus sinceros parabéns! Fiquei de queixo caído…mesmo!
Resumidamente, foi um dos melhores concertos que vi porque o público e, principalmente, os Da Weasel, cantaram com todo o sentimento… deram-lhe com a alma :D
 
 
[Mais uma vez a Duia foi aproveitada pelas criaturas para varrerem as meninas que estavam inocentemente a ver o concerto loool]
 
meninas babem pas fotos, rapazes têm um modelo pra seguir ahah
 
Pac : )
 
 
Jay, no seu melhor...de sempre : )
 
 
Casa (vem fazer de conta)
[atençao que na foto aparecem os dois mais-que-tudo lool
Manuel Cruz e Pac]
grande momento mesmo=)
 
 
 
Mais informação :p      http://morceguinhaspot.blogspot.com/
 
publicado por Sofs às 17:57

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

:( Bah!

 

A bela da etic, que me encheu de esperanças, é uma bela porcaria acessível apenas para elites. Não sei o que é que me irrita mais:  se é ser ainda mais cara que a Lusófona ou se é o preço ser equivalente a dois anos de propinas na minha faculdade.

bah! bah! bah!

 

 

Mais uma porta a fechar...

 

publicado por Sofs às 16:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Oração

Pelo 13 de Maio, deixo-vos uma bela oração! :p

 

'Cerveja gelada que estais no bar,
aguardando a sexta-feira chegar,
Venha a nós o copo cheio,
seja feita, a nossa farra, assim na
sexta como no sabado (e feriados),
o alcóol nosso de cada dia nos dai hoje,
perdoai as nossas bebedeiras,
assim como nós perdoamos,
a quem não tenha bebido.
E não nos deixais cair no sumo
e livrai-nos d`agua..

Amen...doins'

publicado por Sofs às 01:05

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Gabriel O Pensador - Cachimbo da Paz

Eu prometo que vou pararde meter so filmes no blog lol

Mas atenção a esta letra..Brutaaal! grda gozo ;P

Bem acaba por ser uma  história..só não foi escrita por mim :P

 

A criminalidade toma conta da cidade
A sociedade põe a culpa nas autoridades
O cacique oficial viajou pro Pantanal
Porque aqui a violência tá demais
E lá encontrou um velho índio que usava um fio dental
E fumava um cachimbo da paz
O presidente deu um tapa no cachimbo e na hora
De voltar pra capital ficou com preguiça
Trocou seu paletó pelo fio dental e nomeou
O velho índio pra ministro da justiça

E o novo ministro chegando na cidade,
Achou aquela tribo violenta demais
Viu que todo cara-pálida vivia atrás das grades
E chamou a TV e os jornais

E disse: "Índio chegou trazendo novidade
Índio trouxe cachimbo da paz

 Maresia, sente a maresia
        maresia, uuu...

Apaga a fumaça do revólver, da pistola
Manda a fumaça do cachimbo pra cachola
Acende, puxa, prende, passa
Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

Todo mundo experimenta o cachimbo da floresta
Dizem que é do bom
Dizem que não presta
Querem proibir, querem liberar
E a polêmica chegou até o congresso

Tudo isso deve ser pra evitar a concorrência
Porque não é Hollywood mas é o sucesso
O cachimbo da paz deixou o povo mais tranqüilo
Mas o fumo acabou porque só tinha oitenta quilos
E o povo aplaudiu quando o índio partiu pra selva
E prometeu voltar com uma tonelada

Só que quando ele voltou "sujou"!!!
A polícia federal preparou uma cilada
        "O cachimbo da paz foi proibido,
        entra na caçamba, vagabundo!
Vamô pra DP! Ê êê! Índio tá fudido porque lá o pau
Vai comer!"

 Maresia, sente a maresia
        maresia, uuu...

Apaga a fumaça do revólver, da pistola
Manda a fumaça do cachimbo pra cachola
Acende, puxa, prende, passa
Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

Na delegacia só tinha viciado e delinquente
Cada um com um vício e um caso diferente
Um cachaceiro esfaqueou o dono do bar porque ele
Não vendia pinga fiado
E um senhor bebeu uísque demais, acordou com um travestí
E assassinou o coitado
Um viciado no jogo apostou a mulher, perdeu a aposta
E ela foi sequestrada

Era tanta ocorrência, tanta violência que o índio
Não tava entendendo nada
Ele viu que o delegado fumava um charuto fedorento
E acendeu um "da paz" pra relaxar
Mas quando foi dar um tapinha
Levou um tapão violento e um chute naquele lugar

Foi mandado pro presídio e no caminho assistiu um
Acidente provocado por excesso de cerveja:
Uma jovem que bebeu demais atropelou
Um padre e os noivos na porta da igreja
E pro índio nada mais faz sentido
Com tantas drogas porque só o seu cachimbo é proibido?

 Maresia, sente a maresia
        maresia, uuu...

Apaga a fumaça do revólver, da pistola
Manda a fumaça do cachimbo pra cachola
Acende, puxa, prende, passa
Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

Na penitenciária o "índio fora da lei"
Conheceu os criminosos de verdade
Entrando, saindo e voltando cada vez mais
Perigosos pra sociedade, aí, cumpádi, tá rolando
Um sorteio na prisão pra reduzir a super lotação
Todo mês alguns presos tem que ser executados
E o índio dessa vez foi um dos sorteados
E tentou acalmar os outros presos:

        "Peraí..., vamô
Fumar um cachimbinho da paz"
Eles começaram a rir e espancaram o velho índio
Até não poder mais 
E antes de morrer ele pensou:
        "Essa tribo é atrasada demais...
Eles querem acabar com a violência,
mas a paz é contra a lei e a lei é contra a paz"

E o cachimbo do índio continuava proibido mas se você quer
Comprar é mais fácil que pão
Hoje em dia ele é vendido pelos mesmos bandidos que mataram
O velho índio na prisão

 Maresia, sente a maresia
        maresia, uuu...

Apaga a fumaça do revólver, da pistola
Manda a fumaça do cachimbo pra cachola
Acende, puxa, prende, passa
Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

 Maresia, sente a maresia
        maresia, uuu...

Apaga a fumaça do revólver, da pistola
Sente a marisia
Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça
Apaga a fumaça do revólver, da pistola
Sente a marisia, acende, puxa, prende, passa, uuu...
Apaga a fumaça do revólver, da pistola
publicado por Sofs às 02:11

link do post | comentar | favorito
|

GLOBO DE OURO DE MELHOR BANDA 2007

Sim, já não é o 1º. Tá certo! Mas desta vez tinham adversários bem bacanos (JP Pais e Mafalda Veiga, por ex.)!

Andam nisto há anos...Com músicas brutais, grandes prémios, sem nunca esquecer quem são e de onde vieram (gala dos globos e eles vestigos s ganga, ténis e t-shirt [LINDO!]) e, o mais importante, a espalhar granda msg. Assim, 'como quem não quer a coisa' ....Aié ;)

 

Ficam aqui uns videozitos com mensagens bem abusadas : D

Revolução

 

 

Lixo Televisivo (Lindo)

 

 

 

PNR (ahah)

 

 

 

 

Os meus sinceros Parabéns!! Uma das melhores bandas portuguesas...Sem dúvida!

 

publicado por Sofs às 01:20

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 11 de Maio de 2008

Tara Perdida - Sentimento Ingénuo

Taraaaa! Foram grandes no RIR anterior : D

 

Clip Brutal!!!

 

 

 

 

Sentimento ingénuo, deixa a bomba rebentar
Quanto mais pensares assim, mais eu vou desconfiar
Deixo o tempo passar, tento chamar-te a atenção
Deixei de acreditar, depois de uma explicação

O lado eterno da imaginação
A ingenuidade é pura ilusão
Nunca mais eu sei de cor

(...)

Decadência, espero nunca ter de lá voltar
Quanto mais o tempo passa, mais eu me vou afastar
Longe vão os tempos, em que eu nunca mais tentei
consegui ser o melhor, foi aquilo que eu sonhei

O sentimento é imaginação
Poemas, versos são pura ilusão
Não te deixes enganar

(...)

O sentimento é imaginação
Poemas, versos são pura ilusão
Não te deixes enganar

Enquanto eu espero, pelo que há-de vir
O pensamento, está longe de partir
A sorte chega, não vou procurar
A voz é marcha, para quem pensa em ditar

Aquilo que eu não sei

O sentimento é imaginação
Promessas feitas, são pura ilusão
Nunca mais eu vou ficar

Aqui

Nunca mais eu vou ficar

Aqui
Aqui

Nunca mais eu vou ficar

 

publicado por Sofs às 00:20

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

fantastic4

O melhor trabalho do mundo.

A melhor nota do mundo. lol

Os melhores amigos do Mundo! :)

 

publicado por Sofs às 02:51

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

Na Paz...

Tranquila.

Por estranho que pareça...

' (...) p’ra mim tá tudo bem
Alright, alright...
(...) p’ra mim tá tudo bem
ok, ok'

 

 

 

Falta pouco já...dia 14! : D

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Sofs às 02:11

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

pesquisar

 

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

Posts recentes

2013 e a vida selvagem

Até que a noite mude de d...

Rock n' Roll is all about...

Hoping for the best e at...

O Harrison Ford tem o rab...

Vamos lá ver aqui uma(s) ...

Um adeus ao senhor

Boa semana minha gente

Era Outono

Considerações de um Domin...

arquivos

Dezembro 2012

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

links

'Neste baile de máscaras onde toda a a gente dança E homem que baila por gosto às vezes perde a esperança Agarro-me ao que posso, quando posso agarrar Faço o meu possível para me tentar orientar Dito as minhas regras, e deixo o fato no armário Podes crer, a mim não me tiram pinta de otário Danço quando quero e controlo bem a batida Porque a vida neste tom às vezes pode ser fodida.'

Pacman...what else? =D

Pac-Man made by Neave Games

>

Contador

Pet Shops
Contador GRÁTIS
blogs SAPO

subscrever feeds