Segunda-feira, 12 de Abril de 2010

#$%&/&##/)=%$!"%%&()/%)=!

Nota mental:

 

Filmar num estúdio de ballet, onde tudo (até uma mosca acabada de nascer) reflecte nos espelhos, é o mesmo que ir espetando um lápis no olho enquanto o tempo passa.

publicado por Sofs às 15:13

link do post | comentar | favorito
|

'You can't give me the dreams that are mine anyway'

Houve uma altura em que tinha dado tudo por um dia como o de ontem.

 

Nesse pretérito mais que perfeito, tinha-me deliciado com o teu relato, observando cada gesto que fazias enquanto bebia todos os silêncios que pairavam entre nós.

Já foste o conjunto completo, o pacote e o interior, a bolacha e o recheio, uma canção que me apaziguava os sentidos, seguida de uma outra que os alvoraçava. Hoje cairam migalhas da plenitude que outrora já vivenciamos. Soube a pouco, e a culpa não foi tua. É verdade, é cliché, mas é mesmo assim.

Quero o sorriso que se perdeu no encantamento, a conversa sem palavras, o riso que se prolonga no escuro até rasgar a fímbria da manhã.

Houve uma altura em que tinha dado tudo por um dia como o de ontem. Hoje não.

publicado por Sofs às 00:40

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 11 de Abril de 2010

When life gives you lemons...

Ask for salt and tequila!

publicado por Sofs às 23:20

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 4 de Abril de 2010

Troca de Son(h)os

Vais dar comigo em doida.

 

Durante o dia não existes, como se fosses alérgico à claridade e à correria quotidiana.

Permites-me descansar o mínimo necessário. Depois vens devagar devagarinho, e ocupas cada partícula do meu ser.

Tento sacudir-te como se faz com o pó nos tapetes, mas insistes em voltar como se fosses constituído por todos os meus opostos. Se calhar até és.

Dás um novo significado à expressão 'os opostos atraem-se', mas honestamente, ainda não sei se gosto. És como o novo acordo ortográfico, não és benéfico mas mesmo assim vais ganhando terreno.

Dás origem a posts como este, que eu evito a todo o custo por não fazerem o mínimo de sentido, e até chegarem a ser incoerentes.

Não existes por completo, não me presenteias com a plenitude, e o pior de tudo é que o fazes inconsciente e ingenuamente.

 

Vais dar comigo em doida, mesmo sem o saberes.

 

publicado por Sofs às 04:39

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 3 de Abril de 2010

A futilidade da amizade a sério...

mede-se pelo nº de peças de roupa que uma pessoa sabe que constam no armário de outra.

 

[Irei deixar o teu contacto nos recursos humanos do hotel :p *] 

publicado por Sofs às 00:18

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Abril de 2010

Do grãozinho de café, with love hihi :)

Somedays are disasters that you wish could just end

Other days are bastards just like a bad boyfriend

but it makes me feel much worse than this to see your face Smile with a frown

I'm not telling you to Smile but you don't be down.

Dont be doooown my friend :D

 

publicado por Sofs às 01:26

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

pesquisar

 

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

Posts recentes

2013 e a vida selvagem

Até que a noite mude de d...

Rock n' Roll is all about...

Hoping for the best e at...

O Harrison Ford tem o rab...

Vamos lá ver aqui uma(s) ...

Um adeus ao senhor

Boa semana minha gente

Era Outono

Considerações de um Domin...

arquivos

Dezembro 2012

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

links

'Neste baile de máscaras onde toda a a gente dança E homem que baila por gosto às vezes perde a esperança Agarro-me ao que posso, quando posso agarrar Faço o meu possível para me tentar orientar Dito as minhas regras, e deixo o fato no armário Podes crer, a mim não me tiram pinta de otário Danço quando quero e controlo bem a batida Porque a vida neste tom às vezes pode ser fodida.'

Pacman...what else? =D

Pac-Man made by Neave Games

>

Contador

Pet Shops
Contador GRÁTIS
blogs SAPO

subscrever feeds