Sábado, 7 de Agosto de 2010

É mais ou menos isto

'Aqui estou eu
Sou uma folha de papel vazia
Pequenas coisas
Pequenos pontos
Vão me mostrando o caminho

(...)

Sei que me esperas
Não sei se vou lá chegar
Tenho coisas p'ra fazer
Tenho vidas para a acompanhar

(...)

Bem-vindos a minha casa
Ao meu lar mais profundo
De onde saio por vezes
Para conquistar o mundo

 

Às vezes aqui faz frio
Às vezes eu fico imóvel
Pairando no Vazio
No Perfeito Vazio'

[X&P]

publicado por Sofs às 03:37

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 1 de Agosto de 2010

Teatro Gil Vicente@Cascais

Hoje vi uma peça dos jovens de Cascais, onde uma amiga minha participa.

Não é por ser minha amiga, até porque o seguinte não se aplica exclusivamente a ela, mas a peça é brilhante. Desde um cenário nada elaborado mas que encaixa perfeitamente, à brilhante adaptação de uma história escrita há vários anos mas com temas bastante actuais, passando por uma soberba banda sonora e acabando, como em todas as grandes peças, com jovens actores muito talentosos.

Escusado será dizer que gostei muito, por esta altura já devem ter percebido.

 

O curioso, que me deixou a pensar, foi o facto de ter sido exactamente naquele teatro que o António Feio deu uma das suas últimas grandes entrevistas.

Morre uma estrela e desenvolvem-se outras... Se o talento que inundou aquele palco hoje continuar a crescer, ainda há esperança para o teatro. 

publicado por Sofs às 04:11

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Que descanse em paz

Desde que me lembro, nunca chorei com mortes de conhecidos, seja actores, cantores, escritores ou whatever (Claro está, que era uma criança quando o Kurt Cobain morreu).

Gostava do Raul Solnado, achava-o hilariante, e assim como o Saramago e a Rosa Lobato Faria, foram todos enormes perdas para a cultura portuguesa.

Mas com o António Feio foi diferente. Senti-me genuinamente triste, de lágrimas nos olhos confesso. Cresci com as suas peças, com o incontornável e inesquecível Toni, que tinha umas falas num inglês arranhado que na altura para mim fazia todo o sentido. Era um grande encenador mas principalmente um grande comediante. Perdeu a luta contra a doença mas os imprevistos e as batalhas que surgiram até ao desfecho, esses foram todos ganhos com um sorriso nos lábios e gargalhadas que contagiavam qualquer um.

Deixou-nos uma mensagem das mais simples e verdadeiras que existem: ‘Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros. Apreciem cada momento. Agradeçam. E não deixem nada por dizer, nada por fazer.’ Por fazer…ainda tinha tanto para fazer, tanto que ainda podia e que eu queria receber. Que o seu talento inspire muitos mais Antónios, Portugal necessita, e que descanse em paz.

 

Se há alguém que o merece é ele.

publicado por Sofs às 04:06

link do post | comentar | favorito
|

pesquisar

 

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

Posts recentes

2013 e a vida selvagem

Até que a noite mude de d...

Rock n' Roll is all about...

Hoping for the best e at...

O Harrison Ford tem o rab...

Vamos lá ver aqui uma(s) ...

Um adeus ao senhor

Boa semana minha gente

Era Outono

Considerações de um Domin...

arquivos

Dezembro 2012

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

links

'Neste baile de máscaras onde toda a a gente dança E homem que baila por gosto às vezes perde a esperança Agarro-me ao que posso, quando posso agarrar Faço o meu possível para me tentar orientar Dito as minhas regras, e deixo o fato no armário Podes crer, a mim não me tiram pinta de otário Danço quando quero e controlo bem a batida Porque a vida neste tom às vezes pode ser fodida.'

Pacman...what else? =D

Pac-Man made by Neave Games

>

Contador

Pet Shops
Contador GRÁTIS
blogs SAPO

subscrever feeds