Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Carta de um momento

"Todos nós temos direito de nos sentir-mos confusos numa determinada altura da nossa vida. Não devemos ser condenados por isso, nem ter vergonha de o assumir e partilhar com alguém...pelo contrário, isso demonstra alguma coragem porque no momento em que o fazemos, tornamo-nos vulneráveis. Não me sinto no direito de falar pela generalidade, mas penso que ninguém gosta de se sentir vulnerável...eu sei que não gosto!

Nesses momentos, toda a nossa vida parece uma perfeita porcaria que queremos , acima de tudo, que se transforme em algo bom que nos faça sentir bem connosco. Depois, acabamos a pensar que a vida é nossa e, portanto, não todas as situações mas grande parte delas são controladas por nós. Deste pensamento ao sentimento de auto-revolta são uns breves minutos.

Recapitulando, neste momento já estamos tristes e revoltados e os pensamentos continuam a surgir na nossa cabeça, sem parar, a um ritmo alucinante e tudo o que precisamos é de um momento...de paz, de uma visão de um futuro promissor, etc.

Os momentos são importantes, afinal a vida é feita deles certo?

Podia continuar a escrever esta 'carta' por páginas e páginas mas acho que o importante pode ser resumido nas seguintes linhas:

Espera, sem nunca desesperar, ele vai acabar por chegar...o momento onde tudo volta ao lugar e (quase) tudo faz sentido e enquanto isso, pensa o menos possível. Eu sei que falar é facil, mas como alguém que já esteve nessa situação, embora talvez numa versão mais soft devido ao meu mecanismo de defesa desenvolvido desde a infância :p, acredita que tudo passa...quando menos esperares. 

Até lá, qualquer coisa que precises sabes onde me encontrar.

 

**Calhau com olhos insensível"

publicado por Sofs às 02:52

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Morce a 16 de Agosto de 2008 às 00:08
Olha que fofinha que tu foste agora han ;) * Shhh

Comentar post

pesquisar

 

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

Posts recentes

2013 e a vida selvagem

Até que a noite mude de d...

Rock n' Roll is all about...

Hoping for the best e at...

O Harrison Ford tem o rab...

Vamos lá ver aqui uma(s) ...

Um adeus ao senhor

Boa semana minha gente

Era Outono

Considerações de um Domin...

arquivos

Dezembro 2012

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

links

'Neste baile de máscaras onde toda a a gente dança E homem que baila por gosto às vezes perde a esperança Agarro-me ao que posso, quando posso agarrar Faço o meu possível para me tentar orientar Dito as minhas regras, e deixo o fato no armário Podes crer, a mim não me tiram pinta de otário Danço quando quero e controlo bem a batida Porque a vida neste tom às vezes pode ser fodida.'

Pacman...what else? =D

Pac-Man made by Neave Games

>

Contador

Pet Shops
Contador GRÁTIS
blogs SAPO

subscrever feeds